O Pr Pedro Leite nesta semana abriu a série de mensagens sobre as sete cartas às igrejas da Ásia Menor. Os textos estão em Apocalipse nos capítulos 2 e 3. A pregação feita por ele foi sobre a igreja que estava em Éfeso. As mensagens acontecem sempre às quartas-feiras.

Na próxima semana, 22, teremos o Pr Oscar pregando sobre a igreja em Esmirna. Os cultos acontecem aqui na Assembleia de Deus em Jardim América, sempre a partir das 19h30.

Confira a  pregação do Pr Pedro.

  1. Ao anjo da igreja de Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro:
  2. Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos;
  3. e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer.
  4. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor.
  5. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.
  6. Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.
  7. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que o Espírito Santo diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.

 

Introdução

Curiosidades sobre a cidade de Éfeso (30 – 100 dC)

  1. Éfeso era uma província romana e capital da Ásia Menor, sendo uma das mais importantes cidades do mundo na época.
  2. Historiadores geralmente calculam a população da cidade no primeiro século entre 250.000 e 500.000 habitantes.
  3. Éfeso teve uma localização importantíssima de contato entre os dois lados do império romano (a Europa e a Ásia). Era uma cidade estratégica para o comércio internacional da época.Conhecida também como a feira da Ásia, onde ficava o mais importante porto da região.
  4. Éfeso era conhecida como um dos maiores centros religiosos de todo império. Lá era o centro do culto ao imperador romano na Ásia menor.
  5. Éfeso era também um centro de ocultismo da época. Havia na cidade uma mística muito grande, com o comércio de muitos livros de ocultismo. Conta-se que veneravam uma carta (Pergaminho) como um amuleto da sorte.
  6.  Éfeso era o centro de adoração da deusa da fertilidade, Ártemis ou Diana. O templo de Diana era oito vezes maior que o Paternom de Atenas. Era também uma das sete maravilhas do mundo antigo, construído em mármore branco com colunas ornamentadas em ouro.
  7. O comércio da cidade era aquecido com a venda de estatuetas (nichos) da deusa Diana.
  8. Éfeso possuía um anfiteatro a céu aberto, com capacidade para 25 mil pessoas sentadas.
  9. Atualmente as ruínas de Éfeso encontram-se na cidade de Selçuk, na Turquia.

Panorama histórico

A igreja de Éfeso foi fundada pelo apóstolo Paulo, no final de sua segunda viagem missionária, conforme Atos 18:19-20. Ele retorna na sua terceira viagem e se fixa ali por três anos, começando numa Sinagoga e depois na Escola secular de Tirana, onde ensinou regularmente a Palavra de Deus por dois anos. O resultado disso foi:

Queda da idolatria. O comércio de ídolos se desarticulou e entrou em colapso. As pessoas estavam abandonando os ídolos para servir a Deus. Isso trouxe uma reação negativa em alguns comerciantes da cidade. Isso levou uma multidão insatisfeita a questionar Paulo acerca dos seus ensinos. Por isso ele fala que lutou com “feras”  

“Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas,…”  1 Coríntios 15:32 (mais…)

Anúncios